Fiz Fisioterapia e Não Resolveu.

Atualizado: Mar 24




Não é raro ouvirmos esta frase: "fiz fisioterapia e não resolveu."

Mas vamos te explicar que a escoliose exige um cuidado bastante especial, além de técnicas específicas para o seu tratamento, seja ele conservador ou não.

Se você fez Fisioterapia, devido a qualquer lesão ou disfunção ortopédica, e não obteve melhora, aqui vão as possíveis causas:


1° motivo: Você pode ter se encaminhado para a especialidade Fisioterapêutica errada.

No caso da Escoliose, você precisa procurar um Fisioterapeuta que tenha formação específica para o tratamento da Escoliose. Isso incluiu profissionais que se formaram no método Schroth e/ou outros métodos reconhecidos pela SOSORT (conheça sobre os métodos clicando aqui.)


2° motivo: Grande parte dos casos que precisam de Fisioterapia, não se resolvem rapidamente,

ou seja, precisam de tempo. Quanto tempo será necessário? Isso vai depender de diversos fatores. No caso da Escoliose, o retorno do tratamento é geralmente obtido a longo prazo.


3° motivo: Você precisava ter se envolvido mais.

Atualmente, as evidências comprovam que quanto maior o envolvimento do paciente com o seu tratamento, melhores são os resultados. Sendo assim, você não deve deixar de lado as orientações do seu Fisioterapeuta para a continuidade do tratamento em seu domicilio. Respeite as recomendações dos exercícios propostos, tanto na frequência quanto na intensidade recomendadas por ele.


4° motivo: Pode precisar, por exemplo, do uso de colete para alcançar os resultados esperados.

Falando especificamente dos casos da Escoliose, seu caso pode precisar de mais do que os Exercícios Fisioterapêuticos Específicos para Escoliose (PSSE), pode haver necessidade de utilização do colete.

Cada caso é um caso! Lembrem-se que o objetivo do PSSE será sempre reduzir a progressão ou estabilizar sua evolução.

Curvas em que se consegue uma redução, são mais comuns em ângulos de Cobb menores ou iguais a 20º.

Paciente e Fisioterapeuta precisam estabelecer metas viáveis, reais e alcançáveis. E estar amparado por profissionais devidamente preparados e especialistas no tratamento da escoliose, faz toda a diferença.






Conteúdo Autoral desenvolvido pela

Dra. Bruna Débora Pacheco

36 visualizações
DÚVIDAS FREQUENTES

O “Tratando Escoliose” tem como objetivo compartilhar informações de cunho clínico e cientificamente comprovadas a respeito da escoliose e seu tratamento. Além disso, disponibilizamos uma lista de profissionais qualificados, com certificações oficiais e seus contatos.

FALE CONOSCO
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
Agência Portátil ©2019 Sociedade Sul-Americana de Fisioterapia - Especializada em Escoliose. Todos os direitos reservados.