top of page

O que significa Tratamento Conservador?



Por muitas vezes, nós, do Tratando Escoliose, falamos sobre a importância do “Tratamento Conservador".

Conversando com a mãe de uma paciente eu disse: “Nestes casos, o tratamento conservador é o mais indicado".

A mãe surpresa disse: "Mas você não está me falando que seu método é inovador e revolucionário? Como você fala agora em tratamento conservador?” Pais e pacientes que acabam de detectar e diagnosticar a escoliose idiopática se vêem perdidos em meio a tantas informações apontando para vários caminhos. Além das pesquisas pela internet, que nos enchem de dúvidas, os profissionais da área da saúde não têm um consenso quando o assunto é escoliose idiopática. Por exemplo, há um consenso sobre os malefícios de ser fumante, suas consequências para todo o corpo e uma única frase em alto e bom som ressoados por todos os profissionais: Pare de fumar! Já na escoliose, podemos encontrar diferentes opiniões quanto ao tratamento se formos em mais de um médico ortopedista e fisioterapeuta, como: "Que tipo de colete usar? O que fazer para não progredir? e etc". Nossa sugestão é pesquisar sobre a formação do profissional, ter empatia por ele e ter a certeza de que se trata de um profissional atualizado e que segue as evidências científicas para indicar e conduzir o tratamento. Quanto ao termo “tratamento conservador" significa que o tratamento é não invasivo, não operatório. No caso da escoliose idiopática, os pontos chave do tratamento conservador são: - O uso do colete, que depende do grau da curva para ser inserido no tratamento ou não; - E as sessões de exercícios específicos para escoliose. Os mais conhecidos e usados aqui no Brasil são o método SEAS e Schroth. Tratamento conservador é o oposto de “tratamento invasivo" ou cirúrgico, que é definido como o tratamento que invade qualquer parte interna do corpo humano. E no caso das escolioses, as cirurgias de correção da curva são chamadas de artrodese da coluna. Querem saber mais sobre o tratamento conservador? Consulte um de nossos fisioterapeutas, ou deixe sua dúvida aqui que responderemos!








Conteúdo Autoral desenvolvido pela Dra.Aline Granato Barbosa

1.173 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page