A importância de se tratar com métodos cientificamente comprovados.


Quando falamos em Escoliose Idiopática, é importante ressaltarmos desde a sua definição até o seu tratamento. Atualmente é muito fácil o acesso a informações sobre escoliose, porém, grande parte dessas informações não têm embasamento científico de qualidade.

Nós, os profissionais da Sociedade Sul-Americana de Fisioterapia Especializada em Escoliose, temos como objetivo, esclarecer a importância do tratamento da Escoliose, com métodos cientificamente comprovados.

A Sociedade Internacional de Tratamento Ortopédico e Reabilitação da Escoliose (SOSORT), como o próprio nome diz, é uma Sociedade Internacional comprometida em estudar e produzir material científico que suporte a prática clínica baseada em evidências. Temos os chamados “guidelines”, que são diretrizes para os profissionais no tratamento conservador da escoliose. O primeiro “guideline” foi publicado em 2005, e atualizado em 2011 e 2016.

Atualmente, existem sete escolas principais de Exercícios Fisioterapêuticos Específicos para Escoliose (PSSE) reconhecidas em suas abordagens para o tratamento conservador nas escolioses aceitas pela SOSORT _ Barcelona Scoliosis Physical Therapy School - Schroth/BSPTS; Individual Therapy of Scoliosis - FITS; Dobomed; Side Shift; The Lyon Approach; Scientific Exercise Approach to Scoliosis - SEAS e o International Schroth 3D Scoliosis Therapy - ISST.

Portanto, o Método Schroth é uma destas sete escolas, desenvolvida em 1920 por Katharina Scroth. Este método enfatiza o ensino de correções posturais ao longo do dia, a fim de alterar as posturas padrão habituais, melhorar o alinhamento e frear a progressão da escoliose.

Diante de todas as abordagens de PSSE, o método Schroth está entre as abordagens de exercícios específicos mais estudadas e amplamente utilizadas para a escoliose. Numerosos estudos foram escritos pelo Dr. Hans Welss e Dr Manuel Rigo. Seus estudos demonstram resultados positivos no uso do método Schroth na força muscular das costas, função respiratória, dor, qualidade de vida e auto-imagem. Estes resultados tiveram consequências no retardo da progressão da curva, melhora dos ângulos de cobb e diminuição da prevalência de cirurgias.

Podemos concluir que, é de extrema importância para o tratamento da escoliose, a prática clínica baseada em evidências.

Com o suporte da ciência, tanto o profissional da área da saúde quanto família e paciente, estão seguros quanto ao curso do tratamento e eficácia do método aplicado. Portanto, procure sempre por profissionais devidamente capacitados e formados.

Encontre os profissionais pioneiros na formação pelo método Schroth no Brasil clincando AQUI!








Conteúdo Autoral desenvolvido pela

Dra. Gisele Nunes R. Santos

66 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
DÚVIDAS FREQUENTES

O “Tratando Escoliose” tem como objetivo compartilhar informações de cunho clínico e cientificamente comprovadas a respeito da escoliose e seu tratamento. Além disso, disponibilizamos uma lista de profissionais qualificados, com certificações oficiais e seus contatos.

FALE CONOSCO
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
Agência Portátil ©2019 Sociedade Sul-Americana de Fisioterapia - Especializada em Escoliose. Todos os direitos reservados.