A importância de se tratar com métodos cientificamente comprovados.


Quando falamos em Escoliose Idiopática, é importante ressaltarmos desde a sua definição até o seu tratamento. Atualmente é muito fácil o acesso a informações sobre escoliose, porém, grande parte dessas informações não têm embasamento científico de qualidade.

Nós, os profissionais da Sociedade Sul-Americana de Fisioterapia Especializada em Escoliose, temos como objetivo, esclarecer a importância do tratamento da Escoliose, com métodos cientificamente comprovados.

A Sociedade Internacional de Tratamento Ortopédico e Reabilitação da Escoliose (SOSORT), como o próprio nome diz, é uma Sociedade Internacional comprometida em estudar e produzir material científico que suporte a prática clínica baseada em evidências. Temos os chamados “guidelines”, que são diretrizes para os profissionais no tratamento conservador da escoliose. O primeiro “guideline” foi publicado em 2005, e atualizado em 2011 e 2016.

Atualmente, existem sete escolas principais de Exercícios Fisioterapêuticos Específicos para Escoliose (PSSE) reconhecidas em suas abordagens para o tratamento conservador nas escolioses aceitas pela SOSORT _ Barcelona Scoliosis Physical Therapy School - Schroth/BSPTS; Individual Therapy of Scoliosis - FITS; Dobomed; Side Shift; The Lyon Approach; Scientific Exercise Approach to Scoliosis - SEAS e o International Schroth 3D Scoliosis Therapy - ISST.

Portanto, o Método Schroth é uma destas sete escolas, desenvolvida em 1920 por Katharina Scroth. Este método enfatiza o ensino de correções posturais ao longo do dia, a fim de alterar as posturas padrão habituais, melhorar o alinhamento e frear a progressão da escoliose.

Diante de todas as abordagens de PSSE, o método Schroth está entre as abordagens de exercícios específicos mais estudadas e amplamente utilizadas para a escoliose. Numerosos estudos foram escritos pelo Dr. Hans Welss e Dr Manuel Rigo. Seus estudos demonstram resultados positivos no uso do método Schroth na força muscular das costas, função respiratória, dor, qualidade de vida e auto-imagem. Estes resultados tiveram consequências no retardo da progressão da curva, melhora dos ângulos de cobb e diminuição da prevalência de cirurgias.

Podemos concluir que, é de extrema importância para o tratamento da escoliose, a prática clínica baseada em evidências.

Com o suporte da ciência, tanto o profissional da área da saúde quanto família e paciente, estão seguros quanto ao curso do tratamento e eficácia do método aplicado. Portanto, procure sempre por profissionais devidamente capacitados e formados.

Encontre os profissionais pioneiros na formação pelo método Schroth no Brasil clincando AQUI!








Conteúdo Autoral desenvolvido pela

Dra. Gisele Nunes R. Santos

42 visualizações
DÚVIDAS FREQUENTES

O “Tratando Escoliose” tem como objetivo compartilhar informações de cunho clínico e cientificamente comprovadas a respeito da escoliose e seu tratamento. Além disso, disponibilizamos uma lista de profissionais qualificados, com certificações oficiais e seus contatos.

FALE CONOSCO
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
Agência Portátil ©2019 Sociedade Sul-Americana de Fisioterapia - Especializada em Escoliose. Todos os direitos reservados.