A importância da participação do paciente no tratamento conservador

Atualizado: Jul 21


O tratamento conservador da escoliose, seguindo as orientações das Diretrizes da Sociedade Internacional de Tratamento Ortopédico e Reabilitação da Escoliose a SOSORT é composto da implementação dos Exercícios Fisioterapêuticos Específicos para Escoliose - PSSE - e da associação com o uso de colete ortopédico, este último dependendo da classificação de severidade da curva e o prognóstico de agravamento.

É importante ressaltar que o tratamento conservador (não cirúrgico) da escoliose idiopática do adolescente, que constitui a maioria das escolioses, em torno de 80%, acompanha a fase de crescimento persistindo até a maturidade esquelética ou óssea e em alguns casos além desta.

É aí que entra o conceito da adesão.

A fase da adolescência representa um desafio a mais para o profissional que deve, entre suas competências, educar o paciente.

Informa-lo com clareza e incentiva-lo para que obtenha a sua participação ativa efetiva.

O profissional devidamente capacitado e habilitado sabe que o resultado almejado só poderá ser alcançado se o paciente estiver consciente da necessidade de sua participação ativa executando sua série de exercícios específicos, estando atento a seus hábitos nocivos e quando necessário, utilizando seu colete nas horas prescritas.

Isso também se aplica à escoliose do adulto uma vez que se entenda que o tratamento vai além da execução de uma série de exercícios específicos. Exige uma alteração de comportamentos e posições que afetam negativamente a sua condição.

O Método Schroth tem como objetivo ajudar o paciente a aprender sobre sua escoliose. Uma vez conseguido, os exercícios são ensinados com o objetivo de ir contra as tendências naturais da curva. A educação sobre o que evitar, a consciência postural e a mecânica corporal aprimorada completam o treinamento. No final, o paciente aprende habilidades ao longo da vida que lhes permitirão viver da melhor maneira possível com sua escoliose.

A educação do paciente vida a sua adesão ao tratamento.

A adesão, cujo conceito ultrapassa a aceitação é fundamental e representa um grande desafio para os profissionais e é um ponto chave para o sucesso do tratamento conservador da escoliose.

A participação do paciente constitui um papel fundamental no tratamento conservador da escoliose, é imprescindível para o seu sucesso e depende em grande parte da qualificação do terapeuta para este intento.







Conteúdo Autoral desenvolvido pela

Dra. Patrícia Italo Mentges

57 visualizações
DÚVIDAS FREQUENTES

O “Tratando Escoliose” tem como objetivo compartilhar informações de cunho clínico e cientificamente comprovadas a respeito da escoliose e seu tratamento. Além disso, disponibilizamos uma lista de profissionais qualificados, com certificações oficiais e seus contatos.

FALE CONOSCO
  • Facebook - círculo cinza
  • Instagram - Cinza Círculo
Agência Portátil ©2019 Sociedade Sul-Americana de Fisioterapia - Especializada em Escoliose. Todos os direitos reservados.