O que é mais eficaz: tratamento exclusivo com colete ou associado a exercícios?


O tratamento da escoliose através do uso de colete ainda é muito questionado por diversos leigos e até mesmo profissionais de saúde. No entanto, é importante começarmos esse assunto dizendo que sim, ele é efetivo em algumas situações, como: quando o paciente ainda está em fase de crescimento, quando a curva é maior que 20º +- 5º de Cobb, quando o colete é confeccionado especificamente para a curva do paciente e quando o uso é realizado de maneira contínua por pelo menos 18 horas diárias.

Mas, será que utilizar o colete isoladamente tem os mesmos benefícios que associar esse tratamento à realização de exercícios?

Se os exercícios forem Específicos para Escoliose, pelo método Schroth a resposta é NÃO! Ensaio clínico aleatorizado que comparou esses dois tratamentos (apenas colete versus colete + Schroth) comprovou que a efetividade do tratamento é maior quando associado aos exercícios do método. Após 3 meses de intervenção, aqueles que fizeram os exercícios tiveram melhor resistência muscular e após 6 meses tiveram melhora da auto imagem, enquanto o grupo que usou apenas colete teve piora. Houve também, no grupo Schroth + colete, melhora de dor e redução do ângulo de Cobb, maior que no grupo colete.

Sendo assim, é aconselhável e comprovado cientificamente que os Exercícios Específicos para Escoliose pelo método Schroth sejam implementados no tratamento daqueles pacientes que utilizam colete para obterem melhores resultados.


Referências:

Schroth Physiotherapeutic Scoliosis-Specific Exercises Added to the Standard of Care Lead to Better Cobb Angle Outcomes in Adolescents with Idiopathic Scoliosis ± an Assessor and Statistician Blinded Randomized Controlled Trial. PLoS ONE 11(12): e0168746. doi:10.1371/journal.pone.0168746. 2016

The effect of Schroth exercises added to the standard of care on the quality of life and muscle endurance in adolescents with idiopathic scoliosis—an assessor and statistician blinded randomized controlled trial: “SOSORT 2015 Award Winner”. Scoliosis 10:24. doi:10.1186/S13013-015-0048-5. 2015

Negrini, S., Donzelli, S., Aulisa, A.G. et al. 2016 SOSORT guidelines: orthopaedic and rehabilitation treatment of idiopathic scoliosis during growth. Scoliosis 13, 3 (2018). https://doi.org/10.1186/s13013-017-0145-8








Conteúdo Autoral desenvolvido pela

Dra. Bruna Débora Pacheco

130 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo